Realizaremos atividades pré-Temporada para aquecer os trabalhos! A Temporada de Compartlhamentos de Metodologia de Treino em Dança irá ocorrer no segundo semestre de 2018 em Campinas e tem como objetivo aproximar profissionais da dança através das metodologias de treino que cada artista desenvolve. Oferecendo treinos para outros artistas e comparecendo aos treinos, trocamos assim conhecimentos práticos a partir de nossas perspectivas singulares na área.

No próximo domingo, 02/09, o convidado é Emerson Euzébio, de Presidente Prudente. A atividade marca a parceria como Espaço Quintal e também propõe uma aproximação entre os artistas das cidades do interior.

Serviço:

Um corpo que dança – um limiar entre a fisicalidade e a poética com Emerson Euzébio
Local: Espaço Quintal. Rua Francisco Bogon, 320. chácara Sta Margarida, Barão Geraldo. Campinas. Ônibus do terminal de Barão Geraldo: 3.28 e 3.22

Horário: 10h-13h30.

Inscrições: projetocamdanca@gmail.com *até 31 de agosto* valores: gratuito. Público alvo: bailarinas/os

“O trabalho se apoia na construção orgânica, de um corpo integrado com suas
próprias estruturas funcionais, motricidade revisada, e a integração da biomecânica
ao movimento e a presença, a partir do pensamento da educação somática.
O corpo precisa de “escutas” autônomas e individualizadas, precisa de organização
e vias de controle de sua motricidade, pensando em ações da gravidade e do sistema
ortogonal (relações entre a horizontalidade e a verticalidade). Bem como os
alinhamentos ósseos e o recrutamento de musculatura para manter-se em equilíbrio
estático e dinâmico. Os sentidos precisam ser exercitados e vivenciados de forma isolada, para uma integração visceral na cognição, o que otimizará a ação performática. A poética estará nessa nascente que já é expressiva, o corpo! E desse encontro, dessa aliança o corpo se desloca até o pensamento estética de sua escolha (balé, dança contemporânea, etc.) e as duas instancias: corpo e estética são direcionados a um diálogo, a uma conversa, a uma aliança. Dessa forma acredito que os traumas, lesões e as condições ilusórias que permeiam os artistas da dança será mais consciente.”

Sobre o artista:

Natural de Presidente Prudente, atua como artista da dança há 25 anos na
cidade. Como bailarino profissional atuou no Balé de Rio Preto (2003), Cia
Experimental de Dança de Presidente Prudente (2005), Unoeste Cia de Dança
(2000). Como Intérprete Criador: produziu e encenou as obras: Eu quero que você
me veja nu (2007), Por um toque (2009), Ao quadrado (2011), Site Specific “Ao
Luar” (2015). Coreógrafo e diretor da Cia Mudança de Presidente Prudente desde 1995.
Produzindo com este grupo espetáculos de dança contemporânea: e-meios, Pare, Triálogo, Texturas, Vias, Tribal, Órfãos, AAeA, Ilhados (trabalhos estes que compõe
o repertório da Cia). Idealizador do ENAC (Encontro das Artes do Corpo) mostra de
dança realizada anualmente em Pres. Prudente e também FINDANÇA (Festival de
Interpretes Criadores) do Espaço Corpo que Dança. Professor de dança clássica e contemporânea no Espaço Corpo que Dança do qual é diretor há 12 anos. Professor coordenado do projeto “Balé Clássico Educando para Vida” em Sandovalina – SP. Ao longo dessa trajetória tem se apresentado em mostras, festivais, espetáculos, participou de todas as edições do Festival Nacional Curta Dança de Sorocaba, onde teve em todos os anos trabalho selecionado e premiado. Nos anos de 2003 e 2011 foi contemplado com a circulação do Mapa Cultural Paulista com as obras Marquise e Órfãos. Em 2000 recebeu o troféu transitório Marta Graham de Dança Moderna no Movimento Artístico de Bauru. Professor selecionado para o I e II Ateliê Internacional de Dança da São Paulo Cia de Dança em 2014 e 2015. Participou como gestor convidado do III Plataforma Estado da Dança em 2012 sob a orientação de Cássia Navas. Atua também como professor convidado para aplicar as disciplinas de corporeidade e movimento nos cursos de pós-graduação da AGC E CAPE. É assistente
pedagógico de Meg Mendonça, onde aplica uma análise da metodologia RP2 com
o corpo que dança, por 2 anos em Joinville/SC. Graduado pela Royal Academy of Dance e metodologia Cubana de dança Clássica. Certificação pelos métodos Reeducação do Movimento de Ivaldo Bertazzo e RP2 de Meg Mendonça e Análise Funcional do Balé de Zélia Monteiro. Formado em Artes pela Unoeste de Pres. Prudente. Professor de Artes da Rede Estadual de Ensino atua na Escola Estadual Anna de Mello Castriani. Especialização em Dança-Educação Física pelo Instituto Superior de Ensino e Pesquisa (ISEPE) de Curitiba/PR. Membro associado da ANDA. (Associação Nacional dos Pesquisadores de Dança). Onde anualmente participa do Encontro Científico realizado na UFBA, UFSM e UNESP. Membro da Cooperativa Paulista de Dança. Experienciou e especializou conhecimentos com: Sandro Borelli, João Andreazzi, Claudia de Souza, Robson Ferraz, Ana Teixeira, Lilia Shaw, Luis Arrieta, Lu Favoretto, Soile Lahenperã (Alemanha), Audrey Hoch (França), Gabi Imparato, Lourdes Triguero (Cuba), Laura Alonso (Cuba), Ivonice Satie, Ana Botosso, Lara Delalande, (Moçambique-Africa), Robson Lourenço, Penha de Souza, Gicia Amorim, Rosana Alves, Meg Mendonça, Zelia Monteiro e Elaine Ferrão, Lou Sturm (suíça).
Em 2011 teve o projeto ENAC 16 anos contemplado com o Edital PROAC
– Festivais de Artes. Contemplado no Edital Giraarte de Presidente Prudente em
2013. Contemplado em 2014 com o Projeto de Qualificação em Dança do
Programa de Qualificação em Artes Adhemar Guerra da Secretaria de Estado da
Cultura com a curadoria de Ismael Ivo e Cássia Navas e orientação de Robson
Ferraz. No ano de 2017 apresentou 4 trabalhos de sua autoria no FESTIVAL
INTERNACIONAL DANZA LIVORNO, ITÁLIA.